Marcações, Remissões, Códigos e Estudo: Dicas essenciais para quem vai prestar a 2ª Fase do Exame de Ordem

PUBLICADO EM 29/11/2017

Buenas,

Sem exceção, em todos os certames recebemos enxurradas de questionamentos sobre Códigos e Remissões. As dúvidas advêm de alunos e não alunos, candidatos das mais variadas áreas e de todas as formas, por isso, decidimos reunir as respostas a estas dúvidas neste post.

 

  • QUAL CÓDIGO DEVO COMPRAR:

Inicialmente, vale lembrar que todas as editoras contam com publicações excelentes. A escolha do Vade Mecum é algo eminentemente pessoal e de fato a marca do seu código não é um fator determinante na sua aprovação. O que será determinante para sua aprovação é a sua capacidade de manejar o seu próprio código, ou seja, sua intimidade com a legislação e sua habilidade de encontrar o que precisa no tempo necessário.

Preocupe-se em escolher um Código e iniciar imediatamente sua preparação, fazendo marcações e “turbinando” o Vade Mecum de uma forma estratégica e que permita que você compreenda e economize tempo durante a prova. Muitas vezes os alunos nos pedem indicação de editoras, nossos professores  de Civil, Penal e Tributário indicam RT e Saraiva. Porém. se o seu Código não é destas editoras, fique tranquilo, as grandes marcas do mercado estão preparadas para o Exame de Ordem.

 

  • DEVO COMPRAR UM NOVO CÓDIGO:

Enfrente a prova sempre com o material o mais atualizado possível, sendo assim, sim! Você deve adquirir um Código novo. Como o edital do Exame de Ordem XXIV foi publicado em setembro de 2017, todas as inovações legislativas que ocorreram até esta data podem ser cobradas. Fique atento!

 

  • QUANTOS CÓDIGOS DEVO LEVAR?

Os alunos costumam nos questionar se existe a necessidade de levar além do Vade Mecum o Código 3 em 1. Nosso posicionamento é sempre voltado a sugerir, ou seja, você pode seguir ou não respeitando suas possibilidades.

Segundo recomendação dos nossos professores o examinado deve levar um Vade Mecum e o 3 em 1 (sendo que o 3 em 1 sem remissões). O objetivo desta medida é cautela e tranquilidade, você sabe que não corre o risco de fazer a prova sem legislação, pois caso o fiscal da sala recolha o seu código com as remissões, terá o outro.

Além disso, os Códigos 3 em 1 possuem a organização do índice diferente, o que pode auxiliar para fazer pesquisas e economizar tempo.

 

  • COMO FUNCIONA A MARCAÇÃO DE CÓDIGO?

Marcações e remissões para o Exame de Ordem não são complicadas, basta que você siga o exposto no Edital. Vejamos:

 

Segundo o Edital é PERMITIDA a utilização de marca texto, traço ou remissão a artigos ou a Lei, desde que as remissões não articulem uma estruturação de peça.

Fiquem tranquilos! As remissões e marcações podem ser feitas tanto a lápis quanto a caneta.

  

Não existe um limite de remissões, elas poderão indicar Leis, OJ’s, Súmulas e artigos, porém elas devem ser exclusivamente feitas nas folhas do Código e sem maiores informações. Sendo da forma mais concisa possível:

  • art. 397 do CPP
  • Súmula 444 STJ
  • Lei 9.099/90

Além disto, parte muito importante que causa confusão entre os alunos é a seguinte: A alteração nos itens permitidos ocorreu no que se refere aos post-it, o trecho que citava as separações de outras formas, como o post-it, foi suprimido pela banca examinadora restando apenas a previsão de separação por clipes e separadores de códigos fabricados por editoras.

Quanto a proibição do post-it você pode ler abaixo:

E ainda, canetas esferográficas de diversas cores podem ser utilizadas para sublinhar a letra da lei.

  • O QUE É ESTRUTURAÇÃO:

A simples remissão é permitida pelo edital, entretanto, a estruturação é proibida levando ao recolhimento do Código do examinando ou até mesmo a eliminação sumária.

Definir o que seria estruturação é muito difícil, basicamente é a tentativa de construir a estrutura da peça através das remissões em seu código. Por exemplo: Colocar todas as remissões da mesma peça em uma cor específica ou até mesmo fazer remissão de diversos artigos responsáveis por teses abaixo do fundamento legal da peça.

Sendo assim, evite de todas as formas tentar estrturar as peças em seu código seja por marcações, clipes ou outros artifícios. Domine o conteúdo, tenha código como seu companheiro e acredite no seu potencial.

 

  • DÚVIDAS FREQUENTES SOBRE REMISSÕES:


Por fim, vale lembrar que as remissões e marcações podem ser feitas tanto a lápis quanto a caneta, você pode marcar apenas algumas palavras desde que não estruture a peça em seu Vade Mecum.

Porém, o essencial, que você deve se lembrar sempre, é que preparação para 2ª Fase depende exclusivamente do seu esforço. Procure voltar seu foco para os estudos e o conteúdo sem perder tempo com aquilo que é relativamente simples e deve ser solucionado rapidamente, como a questão do Código.

Esperamos ter ajudado.

Garantia CEISC: Você não precisa esperar, aqui sua preparação começa agora.

PUBLICADO EM 19/11/2017

Olá!
Passada a prova da 1ª Fase do Exame de Ordem sempre surgem os questionamentos acerca das possíveis anulações, muitos alunos atrasam seu estudo porque ficam no aguardo dos prazos recursais e da aprovação oficial.

Frente a isto, a CEISC resolveu criar o Garantia CEISC, uma forma de você se matricular no curso de 2ª Fase desejado e não perder nada só porque está aguardando as anulações.

Funciona assim, os examinandos que aguardam eventuais anulações podem efetuar sua inscrição em nossos cursos preparatórios de 2ª Fase (Civil, Constitucional. Empresarial, Penal, Trabalho,Tributário e Administrativo), caso não ocorram anulações o valor será convertido em desconto para o curso preparatório de 1ª Fase do Exame XXV, pagando apenas a diferença restante.

O aluno poderá requerer o GARANTIA CEISC a partir da divulgação do resultado preliminar até a disponibilização do resultado definitivo da prova da 1ª Fase, entre 19/11/2017 a 13/12/2017 para o e-mail financeiro@ceisc.com.br.

Procedimento:

    1) Adquira o curso de 2ª Fase que você quer.
   2) Envie e-mail para financeiro@ceisc.com.br informando que deseja o Garantia CEISC no período determinado.
    3) Você receberá o termo de garantia para aceite. Lembramos que você terá acesso ao curso de segunda fase até o dia da divulgação oficial dos aprovados 13/12.
    4) Caso não tenha sido aprovado basta enviar um e-mail para nós solicitando sua garantia. E sua matricula será transferida para o curso de 1ª Fase do Exame de Ordem XXV, mediante o pagamento apenas da diferença.

Na data de divulgação do resultado definitivo (13/12), o aluno deverá, impreterivelmente, enviar um e-mail para financeiro@ceisc.com.br, informando se foi aprovado ou não.

Gostou da novidade? Acesse nosso site e inscreva-se http://ceisc.com.br/

Revisão Turbo CEISC: Regulamento Bolsas de Estudos

PUBLICADO EM 30/10/2017

Buenas moçada!

Em novembro teremos a REVISÃO TURBO CEISC - OAB 1ª FASE. Oportunidade para quem está se preparando para o Exame de Ordem XXIV!
Já vai confirmando presença e convidando seus colegas: 


→ INSCREVA-SE: REVISÃO TURBO CEISC - OAB 1ª FASE

Serão mais de 70hrs de revisão ao vivo, em um evento 100% gratuito abordando os principais temas da 1ª Fase do Exame da OAB, para saber mais acesse: REVISÃO TURBO CEISC - OAB 1ª FASE

Além dessa oportunidade incrível, o CEISC ainda vai distribuir camisetas e bolsas de estudos para os Cursos de 2ª fase do XXIV Exame, durante as aulas ao vivo, e seguindo os passos abaixo. Então fique ligado!.

 

→Como vai funcionar?

→1 - Curta a fanpage do CEISC e confirme presença no evento.
→2 - Inscreva-se neste link
→3 - Compartilhe esta publicação em modo público, marcando 2 amigos, no compartilhamento. (LINK)
→4 - Comente o que você está achando da revisão e a área em que você deseja a bolsa de estudos nesta publicação (LINK).


→ GANHADORES:

Os ganhadores serão anunciados ao final de cada aula e seus nomes divulgados através do evento no facebook.

Os alunos agraciados deverão fazer contato através do e-mail para atendimento@ceisc.com.br com o título "Camisetas - Revisão" informando seu nome completo, tamanho de camiseta e endereço impreterivelmente até domingo 19/11.

As bolsas de estudo são dos cursos de 2ª Fase de Administrativo, Civil, Constitucional, Empresarial, Penal, Tributário e Trabalho. Elas são pessoais e intransferíveis, sendo que, no caso de reprovação do aluno na 1ª Fase XXIV elas serão automaticamente convertidas em desconto no curso OAB 1ª Fase XXV.

As bolsas de estudo serão disponibilizadas aos vencedores pelo setor financeiro do CEISC, a partir do curso escolhido pelo ganhador. Só serão validadas as participações de pessoas que preencham os requisitos para fazer o curso.

Os ganhadores deverão enviar um e-mail para financeiro@ceisc.com.br com o título "Bolsa de Estudos - Revisão", seus dados pessoais e curso escolhido impreterivelmente até dia 21/11 (terça-feira).

 

GANHADORES: Esta postagem será atualizada a cada aula.


GANHADORES DAS CAMISETAS


- Aula de Direito do Trabalho (11/11): Cláudia Farias - Rio Grande / RS
- Aula de Processo do Trabalho (11/11): Elisabelli Ribeiro- Colatina/ES
- Aula de Direito Penal (12/11 - Manhã): Géssica Conçalves - João Pinheiro/MG
- Aula de Direito Penal (12/11 - Tarde): Géssica Lopes Cruz - Erechim/RS
- Aula de Processo Civil (13/11): Yzadora Matos - Cuiabá/MT
- Aula de Constitucional (13/11): Yana Calheiros - Maceió/AL
- Aula de Processo Civil (14/11): Simône Sales - Serra/ES
- Aula de Tributário (14/11): Cristiane Braga Andrade - Unaí/MG
- Aula de Processo Penal (15/11 - Manhã): Eduardo da Costa - Uruguaiana/RS
- Aula de Processo Penal (15/11 - Tarde): Alinne Moreno - Goiania/GO
- Aula de Direito Empresarial (16/11): André Augusto - Anicuns/GO
- Aula de Direito Administrativo (16/11): João Paulo Silva Rosa - Itapecerica /MG
- Aula de Direito Civil (17/11): Aline Nayara - Jaciara/MT
- Aula de Direito Civil (17/11): Dayany Melo - Irupi/ES
- Aula de Ética (17/11): Miriam Gatinoni - Vargem/SC
-Revisão Turbo (18/11):
Luciane Cozza - Rio Grande/RS
Adriana Lemes - Iaberaí/GO
Adriana Brazil de Carvalho - São João do Meriti/RJ
Lucas Moreira - Bela Vista do Paraíso/PR
Samuel Franklin - Sem cidade descrita


GANHADORES DAS BOLSAS


- Aula de Direito do Trabalho (11/11): Raquel Dionizio - São Francisco/SP
- Aula de Processo do Trabalho (11/11): Patricia Hora - Recife/PE
- Aula de Direito Penal (12/11 - Manhã): Daniela Toledo - Itatiba/ SP
- Aula de Direito Penal (12/11 - Tarde): Érica Alves - Jauru/MT
- Aula de Processo Civil (13/11): Amanda Naves - Monte Carmelo/MG
- Aula de Constitucional (13/11): Luciana Oliveira - Guarapari/ES
- Aula de Processo Civil (14/11): Suelia Xavier - Rondonópolis/MT
- Aula de Tributário (14/11): Natália Azevedo - Maricá / RJ
- Aula de Processo Penal (15/11 - Manhã): Almiria Simone Salça - Maringá/PR
- Aula de Processo Penal (15/11 - Tarde): Priscilla Sibioni Parra - Cafelândia/SP
- Aula de Direito Empresarial (16/11): Jeane Almeida - Resende / RJ
- Aula de Direito Administrativo (16/11): Joselaine Oliveira Matos - Sombrio /SC
- Aula de Direito Civil (17/11): Adalberto Martins - Palmar/TO
- Aula de Direito Civil (17/11): Pedro Henrique Falcão - Salvador/BA
- Aula de Ética (17/11): Marlon Mike Franco - Cardoso Moreira/RJ
- Revisão Turbo (18/11): 
Marcia Cardoso (Chat do Youtube)
Yasmim Yanni Leite - Linhares/ES
Cíntia Andrade - Petrópolis/RJ
Fabiano Carneiro - BA
Evelin Campos - Iperó/SP



GANHADOR DO LIVRO DE PRÁTICA PENAL

Favor enviar e-mail para atendimento@ceisc.com.br com seus dados pessoais.

- Aula de Direito Penal (12/11 - Tarde): William Marques, São João de Meriti/RJ



Boa Sorte!

Publicado o Edital do Concurso da Brigada Militar: Confira na íntegra aqui

PUBLICADO EM 30/10/2017
Saiu o edital de concurso da Polícia Militar do Rio Grande do Sul (Concurso Brigada Militar PM RS 2017). Serão oferecidas cerca 4.100 vagas de Praça de Polícia Ostensiva – Soldado de 1ª Classe – QPM-1 – carreira de nível médio. A Fundação Universidade Empresa de Tecnologia e Ciências – Fundatec tem a responsabilidade do certame.

  • INSCRIÇÕES:
As inscrições do concurso Brigada Militar PM RS 2017 serão realizadas entre 31 de outubro e 20 de novembro de 2017, no endereço eletrônico oficial da organizadora do concurso (www.fundatec.org.br). A taxa de inscrição custará R$80,00. O pagamento poderá ser feito até 21 de novembro de 2017.

  • REQUISITOS:

O concurso é de nível médio, os candidatos devem ter entre 18  e 25 anos, até o último dia da inscrição para o Concurso. Além disso, são requisitos físicos: possuir a altura mínima de 1,65m para candidatos do sexo masculino, e 1,60m para candidatas do sexo feminino. Por fim, também é necessário possuir Carteira Nacional de Habilitação ou permissão para dirigir dentro do prazo de validade, que lhe permita conduzir veículo automotor durante o Curso de Formação Básica Policial Militar, classificada no mínimo na Categoria “B”.


  • FASES:
O concurso será composto de 04 (quatro) fases:
1ª Fase – Exame Intelectual;
2ª Fase – Exame de Saúde;
3ª Fase – Exame de Capacitação Física;
4ª Fase – Exame Psicológico, composto por duas etapas obrigatórias: 1ª Etapa – Testagem Coletiva;  2ª Etapa – Entrevista Individual.

  • PROVA:

As provas do concurso Brigada Militar PM RS 2017 serão aplicadas no dia 17 de dezembro de 2017, nas cidades de Porto Alegre e/ou Canoas, Gravataí, Cachoeirinha, Novo Hamburgo e São Leopoldo.

A prova será de de caráter classificatório e eliminatório, com 50 (cinqüenta) questões objetivas, distribuídas entre as seguintes disciplinas:

- Língua Portuguesa (10)

- Matemática (10)

- Direitos Humanos e Cidadania (05)

- Legislação Específica (10)

- Conhecimentos Gerais (10)

- Informática (05)


  • EDITAL: Confira o edital na íntegra aqui.


Quer iniciar sua preparação? Confira os cursos do CEISC: http://ceisc.com.br/curso/103


- Aulas ao vivo: Aulas com transmissão ao vivo, via internet, com interação em tempo real com o professor.

- Aulas on-line: Aulas gravadas para assistir quando quiser.

- Material de apoio: Contendo o material de apoio das aulas com conteúdo recortado para o concurso.

- Aulas bônus:  Disponibilização de aulas bônus para você antecipar seus estudos. 

- Carga horária: São mais de 150 horas aula de estudo, abordando os principais temas exigidos em concursos anteriores. 

- Resolução de questões: Aulas com abordagem teórica e prática, com resolução de questões de concursos.

- Equipe de professores: Equipe de professores qualidade CEISC, com experiência em concursos.


Clique aqui e inscreva-se!

Recurso para Ouvidoria da OAB: Como fazer? Vale a pena?

PUBLICADO EM 24/10/2017

Durante esta semana, após a divulgação do resultado definitivo, recebemos diversos contatos de candidatos que buscam informações acerca de recursos para Ouvidoria da OAB.
Frente a isto, trouxemos algumas informações que podem ajudar você que pensa em redigir um recurso para Ouvidoria.

  • Vale a pena redigir um recurso para ouvidoria?

Sim, em casos específicos vale recorrer a Ouvidoria da OAB. Por muitas vezes, ela reconsiderou reprovações injustas. Entretanto, vale lembrar que a maioria dos recursos a Ouvidoria são indeferidos. Portanto, salientamos que aqueles candidatos que desejam recorrer devem voltar aos estudos imediatamente enquanto aguardam um posicionamento da OAB. O recurso é uma possibilidade e não um fato, por isso não perca tempo e mantenha-se preparado.

  • Como funciona?

Inicialmente o que o candidato deve compreender é que o recurso para Ouvidoria da OAB deve ser fundado em erro material. Ou seja:

  1. Erros referentes ao valor final da nota, como somatório das notas totais, de peças ou questões.
  2. Ausência de atribuição de nota quando a resposta estiver totalmente de acordo com o padrão de resposta.

Em algumas raríssimas exceções a Ouvidoria também proveu recursos que se referiam a semântica do texto, ou seja, quando o candidato cumpriu exatamente o referido no padrão de resposta porém, utilizou outras palavras.

Sendo algum caso que se enquadre nestes erros, o candidato deve acessar a página da Ouvidoria da OAB e redigir seu recurso. Sempre vale lembrar os critérios básicos de qualquer recurso: Objetividade e Clareza.

Após protocolar seu recurso o candidato receberá um número de protocolo e através deste poderá acompanhar o trâmite recursal.

  • Qual o tempo de análise?

O tempo de análise de um recurso para Ouvidoria é em média de 3 (três) meses a 4 (quatro) meses, por isso é tão importante que o estudo não seja paralisado neste tempo. Pois afinal é um lapso de tempo longo para quem está em meio a uma preparação para o Exame de Ordem.

Esperamos que estas informações possam lhe ajudar com seu recurso a Ouvidoria da OAB. Não desista, siga firme em busca de sua aprovação.

Correção de recursos: Alunos matriculados nos cursos OAB 2ª Fase receberão auxílio em seus recursos

PUBLICADO EM 03/10/2017

O CEISC vai corrigir seu recurso

Nós sabemos o quanto é angustiante redigir um recurso. Sabemos também que é bom poder contar com alguém para auxiliar neste momento. E é pensando nisso, que o CEISC se propõe a colocar sua equipe para auxiliá-lo no seu recurso, em busca da sua aprovação.

Todos os alunos matriculados nos Cursos OAB 2ª Fase XXIII poderão enviar seus recursos para correção pela Equipe CEISC.

ATENÇÃO! Serão corrigidos apenas recursos de alunos CEISC, referentes às áreas de Administrativo, Constitucional, Civil, Penal, Trabalho e Tributário!

Receberemos os e-mails até o prazo limite de 12 de outubro de 2017, até as 23:59 (Horário de Brasília).


Como funciona? 

  • INICIALMENTE LEIA ESTAS INFORMAÇÕES:

Sobre os recursos contra as correções da prova prático-profissional da 2ª fase do XXIII Exame da OAB, devemos estar atentos a quê?

Como funciona o sistema de interposição de recursos? Acompanhe o passo a passo

  • REDIJA SEU RECURSO

Redija seu recurso de acordo com as nossas orientações. Você encontra todas nossas dicas nos links indicados no item anterior.

  • ENVIE UM E-MAIL

Caso queira que o seu recurso seja corrigido pela nossa Equipe, envie um e-mail para recursos@ceisc.com.br

O assunto do e-mail deve ser “Correção de Recursos - Área da sua prova (Administrativo, Constitucional, Civil, Penal, Trabalho ou Tributário)” .

  • PRAZO

Tendo em vista a necessidade de tempo hábil para realizar a correção, receberemos os e-mails até o prazo limite de 12 de outubro de 2017, até as 23:59 (Horário de Brasília). 

  • ANEXOS

Todos os e-mails recebidos deverão conter em anexo:

- o recurso redigido em word;

- o espelho de respostas, contendo a pontuação; e

- a prova do aluno.

  • Aos alunos pedimos atenção aos anexos, pois provas e espelhos ilegíveis NÃO serão corrigidos.

 

ATENÇÃO! Os e-mails recebidos fora das orientações acima NÃO serão corrigidos. Caso o aluno reencaminhe o e-mail com as orientações corretas sua correção será apreciada de acordo com a ordem de recebimento do último e-mail.


Sigam firmes, sigam fortes.

Abraços da Equipe CEISC.

Como funciona o sistema de interposição de recursos: passo a passo

PUBLICADO EM 03/10/2017

Prezado candidato,

Diversas são as dúvidas quanto aos recursos: uma delas reside, principalmente, no que se refere ao sistema on-line de interposição. Por isso, hoje viemos demonstrar como funciona esse sistema.

Inicialmente, vale lembrar que o edital do XXIII Exame de Ordem prevê o prazo de 3 (três) dias para a interposição de recursos, iniciando a contagem do prazo no dia 11 de outubro, a partir das 12h, encerrando-se às 12h do dia 14 de outubro (Lembrem-se: horário de Brasília).

Para interpôr seu recurso, você deve acessar este link: http://oab.fgv.br

Ao acessar o site, você deve selecionar o certame que você deseja interpôr recurso e o estado onde você prestou a prova. Você deve clicar na opção destacada "Link de Interposição de Recurso Contra o Resultado Preliminar da Prova Prático Profissional (2ª fase)". Nesse momento, o seu CPF e senha serão solicitados:

 

 

A própria OAB disponibiliza informações básicas aos candidatos que vão oferecer recursos. Após efetuar seu login, você encontrá o primeiro aviso. Neste momento, a informação mais importante que você recebe é de que ainda depois da interposição, o recurso poderá ser alterado até a data do prazo final.

 

 

Após o aviso, você terá seu primeiro contato com o sistema, devendo clicar em "incluir novo recurso contra a nota":

 

 

Após clicar em "incluir novo recurso contra a nota" você receberá novo aviso do sistema. Este aviso salienta outra questão importante: para cada questão é cabível apenas um recurso (com até 5.000 caracteres) e para peça também é cabível apenas um recurso (com até 5.000 caracteres):

 

 

Você será redirecionado para nova tela, nela você poderá optar sobre qual será o objeto do seu recurso, uma determinada questão ou a peça:

 

 

Após optar pelo objeto do seu recurso você deve clicar em "incluir novo recurso" e então será redirecionado para área onde você deve redigir seu recurso:

 

 

Após redigir devidamente seu recurso, você deve submetê-lo clicando no botão "salvar este rascunho".

 _______________________________________________________________________________________________________________

INFORMAÇÕES IMPORTANTES:

Para conferir mais informações, acesse nossa postagem: "Sobre os recursos contra as correções da prova prático-profissional da 2ª fase do XXIII Exame da OAB, o que devemos estar atentos?"

- O candidato não pode inserir seu nome no recurso, deve evitar também quaisquer formas de identificações.

 A informação de qualquer dado pessoal ou qualquer outro dado que leve a possível identificação do candidato levará ao indeferimento sumário do recurso.

- Cada candidato poderá interpor APENAS UM recurso POR questão discursiva e sobre a peça profissional com o limite de até 5.000 (cinco mil) caracteres cada um. Logo, para cada questão da prova terá um limite de até 5.000 caracteres, e para a peça também terá um limite de 5.000 caracteres (peça toda).

- As fundamentações devem ser o mais objetivas possíveis buscando sempre demonstrar que a resposta dada em prova encontra-se em conformidade com o espelho.

________________________________________________________________________________________________

O CEISC vai corrigir recursos de alunos:


Nós sabemos o quanto é angustiante redigir um recurso. Sabemos que é bom poder contar com alguém para auxiliar neste momento. Foi pensando nisso, que a Equipe do CEISC vai auxiliá-lo com a correção do seu recurso, na busca da sua tão sonhada aprovação!!!

ATENÇÃO: Apenas alunos CEISC terão seus recursos corrigidos.

Para saber mais acesse este link: Correção de recursos: Alunos matriculados nos cursos OAB 2ª Fase receberão auxílio em seus recursos


Esperamos ter ajudado. 

Boa sorte!

Att, Equipe CEISC

Sobre os recursos contra as correções da prova prático-profissional da 2ª fase do XXIII Exame da OAB, o que devemos estar atentos?

PUBLICADO EM 03/10/2017

Buenas,

Passada a 2ª fase do Exame de Ordem, resta a ansiedade de ver seu nome na lista de aprovados, que será disponibilizada no dia 10 de outubro.

Nós já estamos recebendo questionamentos acerca de eventuais recursos a banca revisora, bem como, dúvidas de alunos amedrontados em razão da qualidade das correções nos últimos exames. Por isso, decidimos de pronto já trazer algumas informações importantes a todos!

Em virtude da prova da 2ª fase do Exame de Ordem ter cunho discursivo, observa-se que, por vezes, os examinadores incorrem em equívocos durante a correção da prova. Tais equívocos podem ser sanados através de recurso para a banca revisora.

O candidato que for reprovado na prova prático-profissional deve analisar sua prova com cautela, verificando, criteriosamente, a correção realizada pelo examinador. Caso o candidato entenda que houve equívocos por parte do examinador, com a consequente desconsideração de nota, deve interpor recurso postulando a reforma da correção e, portanto, do resultado.

Além disso, os candidatos devem ficar atentos no que tange ao prazo para a interposição dos recursos. O edital do XXIII Exame de Ordem prevê o prazo de 3 (três) dias para a interposição de recursos, iniciando a contagem do prazo no dia 11 de outubro, a partir das 12h, encerrando-se às 12h do dia 14 de outubro. (Lembrem-se: horário de Brasília).


 

 

O recurso deve ser interposto através do site http://oab.fgv.br, exclusivamente.

Atenção! Cada candidato poderá interpor APENAS UM recurso POR questão discursiva e sobre a peça profissional com o limite de até 5 mil (cinco mil) caracteres cada um. Logo, para cada questão da prova terá um limite de até 5 mil caracteres, e para a peça também terá um limite de 5 mil caracteres (peça toda).

Assim, o recurso não pode ser extenso demais. Convém salientar que não é necessário termos jurídicos ou pesquisas do assunto, quanto mais claro e objetivo o recurso melhor.

O candidato não pode inserir seu nome no recurso, assim como quaisquer identificações.

 A informação de qualquer dado pessoal ou qualquer outro dado que leve a possível identificação do candidato levará ao indeferimento sumário.

Esclarecemos novamente que o recurso é realizado exclusivamente pelo site da FGV disponibilizado acima. Portanto, não será aceito recurso enviado por fax, correio eletrônico ou pelos Correios. Também não será aceito recurso fora do prazo.

Por fim, frisamos que a decisão dos recursos e o consequente resultado definitivo do XXII Exame de Ordem serão divulgados na data de 24 de outubro.



Sobre o sistema de interposição de recursos e como ele funciona, você pode ler nossa postagem "Como funciona o sistema de interposição de recursos: passo a passo" 


Para aqueles que identificaram apenas erros materiais em suas correções, seguem alguns exemplos de recursos:


- Peça: A candidata, no item 04 da peça, nas linhas 82 e 83 da folha 03, abordou corretamente a tese de atipicidade conforme com o gabarito e o espelho, “trata-se no caso em tela de atipicidade do fato” no entanto, a nota não foi atribuída. Logo, faz jus a 0,55 pontos.

Outrossim, ainda no item 04, nas linhas 78 e 79 da folha 03, a candidata refere “o mesmo não teve dolo de subtrair o bem” cumprindo expressamente o requisito para pontuar, entretanto não pontuando. Frente a isto faz jus a 1,00 ponto.

 

- Questão: Na questão número 02, item A, folha 07, linhas 01/08, o candidato abordou expressamente que “a prisão de Jorge é irregular, pois Jorge não descumpriu nenhuma medida cautelar” e ainda que “o magistrado deveria apenas ter aplicado uma medida cautelar e não a prisão”, sem ter a nota atribuída para tanto. Requer por isso mais 0,60 pontos.

________________________________________________________________________________________________

O CEISC vai corrigir recursos de alunos:


Nós sabemos o quanto é angustiante redigir um recurso. Sabemos que é bom poder contar com alguém para auxiliar neste momento. Foi pensando nisso, que a Equipe do CEISC vai auxiliá-lo com a correção do seu recurso, na busca da sua tão sonhada aprovação!!!

ATENÇÃO: Apenas alunos CEISC terão seus recursos corrigidos.

Para saber mais acesse este link: Correção de recursos: Alunos matriculados nos cursos OAB 2ª Fase receberão auxílio em seus recursos


Esperamos ter ajudado. 

Boa sorte!

Att, Equipe CEISC

Saiu o gabarito preliminar! Confira!

PUBLICADO EM 17/09/2017

Fala moçada!

Saiu o gabarito preliminar!

Acesse e confira:

Administrativo: https://dpmzos25m8ivg.cloudfront.net/626/341643_GABARITO%20JUSTIFICADO%20-%20DIREITO%20ADMINISTRATIVO.pdf

Civil: https://dpmzos25m8ivg.cloudfront.net/626/343914_GABARITO%20JUSTIFICADO%20-%20DIREITO%20CIVIL.pdf

Constitucional: https://dpmzos25m8ivg.cloudfront.net/626/342073_GABARITO%20JUSTIFICADO%20-%20DIREITO%20CONSTITUCIONAL.pdf

Trabalho: https://dpmzos25m8ivg.cloudfront.net/626/337286_GABARITO%20JUSTIFICADO%20-%20DIREITO%20DO%20TRABALHO.pdf

Empresarial: https://dpmzos25m8ivg.cloudfront.net/626/342445_GABARITO%20JUSTIFICADO%20-%20DIREITO%20EMPRESARIAL.pdf

Penal: https://dpmzos25m8ivg.cloudfront.net/626/343790_GABARITO%20JUSTIFICADO%20-%20DIREITO%20PENAL.pdf

Tributário: https://dpmzos25m8ivg.cloudfront.net/626/338998_GABARITO%20JUSTIFICADO%20-%20DIREITO%20TRIBUT%c3%81RIO.pdf

Boa sorte!

Forte abraço!


Papo CEISC: Primeiras impressões OAB 2ª Fase

PUBLICADO EM 17/09/2017

Buenas, moçada!

Nossos professores estão neste momento fazendo a primeira análise das provas da 2ª Fase do Exame de Ordem XXIII.

Aqui mesmo vamos disponibilizar os vídeos com as primeiras impressões, acompanhe logo abaixo:

  • Direito Constitucional - Prof. Caroline e Prof. Janriê:



  • Direito do Trabalho - Prof. Cleize Kohls:

  • Direito Tributário - Prof. Guilherme Pedrozo:



  • Direito Penal - Prof. Nidal Ahmad e Prof. Arnaldo:



  • Direito Administrativo - Prof. Claudio Soares e Prof. Felipe Dalenogare:

              

  • Direito Civil - Prof. Leonardo Fetter, Prof. Diogo Durigon, Prof. Tatiane Kipper e Prof. Veridiana Rehbein